Blog dLieve

Tecnologia e Logística

Veículos autônomos são carros que podem se locomover sozinhos, na maior parte não utilizam combustível e também prometem ser mais seguros no trânsito. O interesse por veículos autônomos é antigo, mas só entre 2008 e 2010 que o debate sobre o tema ganhou destaque.

Em 2010, o Google desenvolveu o seu primeiro protótipo do automóvel. O veículo circulou na região da sede empresa, na Califórnia, porém, após alguns acidentes envolvendo o carro, o Google suspendeu os testes.

Apesar dessa situação, não podemos desconsiderar as vantagens que os veículos autônomos oferecem, principalmente para o segmento de logística. A seguir, você vai saber mais sobre essa tendência na área.

Aproveite e veja outras iniciativas que estão revolucionando o universo de logística e entregas. Acesse o infográfico que preparamos pra você. Clique aqui!

tendências-em-logística

 

Veículos autônomos e sua tecnologia

Os veículos autônomos funcionam com o auxílio de softwares e comandos pré-determinados. Esses comandos informam ao veículo quais são as ações que ele deve realizar, como andar, parar, estacionar etc.

Por meio de sensores e câmeras, o veículo identifica objetos, pessoas e distâncias que precisa percorrer. São esses mecanismos que sinalizam qualquer bloqueio que pode causar um acidente. Dessa forma, o veículo é impedido de atropelar uma pessoa, por exemplo. Toda essa operação funciona, na grande maioria, por meio de energia elétrica, para movimentar e acionar seus comandos.

 

Condução autônoma reduz custos operacionais

Entre os principais benefícios oferecidos pelos veículos autônomos para a logística, está a redução dos custos operacionais. Por meio desses equipamentos, a empresa consegue reduzir o contingente profissional. Os veículos autônomos não precisam de motoristas.

veículos-autônomos

Caminhão autônomo da Volvo Trucks trabalhando em mina de calcário na Noruega

O custo com combustível também é reduzido. A maior parte dos veículos autônomos funcionam a base de energia elétrica, não sendo necessário o abastecimento com combustível automotivo. Além disso, o equipamento faz um trajeto maior utilizando menos recursos energéticos.

Economiza-se energia, também, com a falta de profissionais no transporte, não é necessário utilizar o ar-condicionado do veículo. A redução das paradas, até então feitas pelo motorista, tornam o trajeto mais econômico, ágil e eficiente.

 

Veículos autônomos: iniciativas ao redor do mundo

Algumas empresas já estão utilizando os benefícios dos veículos autônomos em suas entregas.

veículos-autônomos

Conheça alguns exemplos:

  • Kroger: a rede de supermercados fechou uma parceria com uma startup que atua no setor, a Nuro. O delivery autônomo está disponível apenas para a loja Fry’s Food Store, para compras feitas no site ou aplicativo.
  • Domino’s: a rede de pizzarias também vai utilizar um recurso da empresa Nuro para fazer suas entregas. O objetivo é fazer as primeiras entregas em Houston, no Texas, até o final de 2019.
  • Walmart: em parceria com a Udelv, que desenvolve tecnologias de entrega sem motoristas, a rede varejista pretende lançar um programa piloto de delivery autônomo. As primeiras entregas serão feitas em Surprise, no Arizona, com uma van de carga.
  • A Volvo Trucks também já atua no exterior com caminhões autônomos. Os veículos já estão em uso há alguns meses e até então tem mostrado um excelente desempenho.

veículos-autônomos

A Ford e outras empresas automotivas também estão fechando parcerias para o desenvolvimento dos seus primeiros carros autônomos. Estima-se que em breve aumente a oferta desses veículos, para o setor da logística e transportes.

 

Veículos autônomos no Brasil

Os veículos autônomos brasileiros foram criados pelo Laboratório de Robótica Móvel da USP e o Laboratório de Computação de Alto Desempenho (Lcad) da Ufes. O primeiro modelo, desenvolvido entre 2010 e 2012, é o CaRina (Carro Robótico de Navegação Autônoma), que já foi testado no campus da USP, em São Carlos, no interior de São Paulo.

veículos-autônomos

O outro veículo é o IARA (Intelligent Autonomous Robotic Automobile) e foi desenvolvido por uma equipe de pesquisadores do Lcad, da Universidade Federal do Espírito Santo. Em maio de 2017, o veículo foi testado em um trajeto de 74 km, indo do campus da universidade, em Goiabeiras, Vitória, para uma praia em Guarapari, de forma totalmente autônoma. Foi a primeira vez que um veículo autônomo trafegou em uma rodovia brasileira.

Atualmente, existe apenas uma empresa no Brasil, dedicada ao desenvolvimento de veículos autônomos, a startup 3DSoft, criada pelos ex-pesquisadores da USP e responsáveis pelo CaRina. O objetivo da startup é fazer com que qualquer veículo se torne autônomo e presente de uma vez por todas no mercado brasileiro.

 

Sua empresa está preparada para o futuro?

O avanço da tecnologia tem mostrado que é possível desenvolver soluções que até então, num passado recente, eram inimagináveis.

Em um futuro próximo, espera-se que a cadeia produtiva e gerencial das empresas de logísticas sejam realizadas de forma digital e autônomas. Com isso, o uso de sistemas virou uma necessidade básica para as organizações.

A dLieve está em convergência com esse novo modelo de conduzir processos logísticos, criando e aprimorando recursos que atendam as necessidades mais específicas dos clientes.

Veja os recursos do nosso sistema, que vão ajudar a sua empresa. Solicite uma demonstração gratuita.

dlieve gestão logística

Continue acompanhando o blog e o site da dLieve e fique por dentro das tendências do segmento logístico.

 

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

Patrick Rocha

Executivo de Logística e Negócios.
CEO da dLieve