Blog dLieve

Tecnologia e Logística

Trabalhar com funcionários externos é um desafio para as empresas, pois não é possível saber com precisão se as atividades estão sendo bem desempenhadas. Com o trabalho externo, a empresa tem mais dificuldade em medir o desempenho e a performance dos profissionais. O mesmo acontece para medir produtividade do motorista de uma empresa logística.

A produtividade está relacionada com a eficiência de uma atividade. Um motorista eficiente é aquele que realiza suas entregas dentro ou antes do prazo e com qualidade. Ou seja, os produtos são recebidos sem avarias e o cliente tem suas expectativas atendidas ou até superadas.

Equipes que não são produtivas podem impactar no faturamento da companhia. É o que mostra o levantamento realizado pela startup Levee. Segundo o estudo, a falta de produtividade pode fazer as empresas perderem 250 milhões de reais por ano.

Veja quais são os indicadores que você pode utilizar para medir produtividade do motorista de sua operação.

 

Como medir a produtividade do motorista?

Uma empresa logística enfrenta muitos desafios em sua rotina e tudo requer soluções cada vez mais ágeis. Um desses desafios certamente é a gestão dos profissionais externos. Os motoristas, por exemplo, passam a maior parte de sua jornada de trabalho fora do galpão. Com isso, é comum ter dificuldade ou mesmo nem medir a produtividade do motorista.

Outros fatores também influenciam na atividade, como panes nos veículos, cliente que não é encontrado no endereço, o volume de canhotos que precisam ser armazenados e mais uma série de situações que impactam na produtividade do motorista. São atividades que fazem parte do dia a dia, mas são difíceis de controlar de forma manual.

Algumas empresas utilizam planilhas de controle de entregas como recurso de gestão, mas a ferramenta não atende a necessidade do negócio por completo. Além de não serem atualizadas de forma automática, dependem totalmente da intervenção humana para operar. Ao final do mês, o gestor logístico precisa conferir todos os dados e emitir relatórios. Uma prática pouco eficiente e bastante passível de erros.

planilhas de controle de entregas

Atenção ao utilizar planilhas em Excel para controlar suas entregas!

A solução encontrada pelas empresas logísticas para gerenciar as informações e medir o desempenho dos profissionais tem sido investir em tecnologia. Por exemplo, um sistema de gestão de entregas realiza todo o processo de forma integrada, automática e rápida. Além disso, não depende da intervenção humana para capturar, filtrar e entregar os dados.

Agora, veja a seguir quais são os indicadores que vão ajudar a sua empresa a medir produtividade do motorista.

 

1. OTIF

O On-Time & In-Full (OTIF) é o indicador de performance mais importante para a cadeia logística. Esse índice mostra quão eficaz a atividade está sendo ou tem sido.

Assim, no caso do motorista, o OTIF revela se os prazos estão sendo cumpridos com eficiência. Ou seja, além de ser entregue dentro do prazo, o pedido chegou no endereço certo, sem erros e dentro das especificações?

Além disso, o indicador mostra que se um motorista tem bons índices de OTIF, está cumprindo com a sua jornada de trabalho.

Há também o On-Time Delivery (OTD), que é o índice que mede o percentual de pedidos que foram entregues dentro do prazo. Nesse caso, as especificações não influenciam.  Desse modo, o indicador avalia apenas o tempo entre a saída do item do Centro de Distribuição até a sua chegada no endereço do cliente.

Baixe gratuitamente o E-book KPI na Logística e tenha em mãos todos os indicadores necessários para analisar sua logística

E-book KPI

 

2. Tempo das entregas

O tempo que o motorista leva para finalizar cada entrega também é um indicador de sua agilidade e eficiência. Quanto menor for o tempo gasto para efetuar a entrega, maior será o seu número de pedidos. Ou seja, um motorista pode fazer 10 entregas, enquanto outro faz 7, na mesma região.

A empresa pode usar essa informação na hora de selecionar qual entregador vai atender os pedidos mais urgentes, por exemplo.

 

3. Melhores motoristas

Quem são os seus melhores motoristas? Ao avaliar as entregas recebidas, o cliente ajuda a construir um ranking com os melhores motoristas da empresa. A informação também pode levar a outros indicadores, como por exemplo, problemas de atendimento.

Além de ser um modo de estimular os funcionários. A empresa pode dar um tipo de recompensa, aos motoristas que mais se destacaram.

Portanto, foi pensando nesses e em outros fatores que o sistema de gestão de entregas dLieve foi desenvolvido. A solução permite que a empresa faça o monitoramento desses e de outros indicadores. Além disso, a ferramenta conta com funcionalidades que otimizam o trabalho dos motoristas, tornando a rotina dos profissionais mais ágil e eficiente.

Dentre os principais recursos ao adotar o sistema está o fato da empresa passar a contar com o monitoramento em tempo real e o reagendamento de entregas automático.  Ou seja, o cliente pode alterar a entrega de seu pedido e evitar que o motorista faça uma viagem em vão.

monitoramento em tempo real

Tela do sistema de gestão de entregas dLieve

Outro recurso importante para o desempenho é a assinatura digital. Por meio dela, o cliente confirma o recebimento do pedido na hora. O sistema identifica a marcação e realiza a baixa automática. Assim, o motorista não precisa armazenar uma série de canhotos, além de outras vantagens.

A ferramenta também conta com otimização de rotas. Ou seja, a ordem das entregas é feita de forma automática de acordo com a proximidade dos endereços dos clientes. Isso também economiza tempo do motorista.

Ou ainda, se um cliente reagendou sua entrega, o sistema automaticamente coloca outra rota no lugar. Dessa forma, o profissional não perde tempo ou sofre atrasos.

As funcionalidades do sistema dLieve podem ser integradas com TMS, ERPs, sistemas via API, EDI, WEBSERVICE e outros recursos. A empresa também pode personalizar a plataforma de acordo com as suas necessidades e usar o sistema para extrair insights, produzir relatórios e analisar dados.

Em suma, a ferramenta conta com diversas funcionalidades para ajudar na gestão eficiente das entregas, medir e aumentar a produtividade dos motoristas. Solicite uma demonstração gratuita do sistema e veja como a dLieve te ajuda a medir produtividade do motorista.

 

dlieve gestão logística

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

Patrick Rocha

Executivo de Logística e Negócios.
CEO da dLieve