fbpx

Blog dLieve

Tecnologia e Logística

Perda de alimentos e bebidas durante os processos é um tema que ainda não saiu da pauta das reuniões de muitas distribuidoras.

De acordo com a Embrapa, 50% das perdas pós-colheita de frutos e hortaliças são causadas durante o transporte e manuseio. E segundo o EcoD, cerca de 3,1 toneladas de alimentos são perdidas entre a armazenagem e o transporte.

sistema de distribuidora

A fragilidade das cargas, somada ao curto prazo de entrega e às condições de transporte, geram esse terrível problema. Toda essa perda eleva os custos das operações, diminui as margens, impacta na imagem da distribuidora e a torna menos competitiva no mercado.

Mas a boa notícia é que, por meio da inteligência logística, gerada por sistemas para distribuidoras modernos, é possível contornar esse problema de forma simples e rápida.

A seguir, falaremos sobre alguns fatores que tornam os processos ineficientes, e como um sistema pode eliminá-los.

 

Os fatores que tornam os processos de transporte ineficientes

otimização de rotasRotas não otimizadas

Por muito tempo, o mapa foi o principal aliado dos motoristas. Antes de partir para as entregas, eles mesmos definiam as rotas, marcando com uma caneta as estradas que utilizariam e os pontos de carga e descarga.

Como tudo era feito de forma manual, eles não conseguiam traçar uma rota com menos quilômetros a serem percorridos, o que ajudava a aumentar o consumo de combustível e a depreciação dos veículos.

Além disso, pelos mapas, os motoristas não identificavam rotas potencialmente problemáticas, com estradas desgastadas ou com tendências de congestionamento e roubo de cargas, por exemplo.

E como nem sempre as rotas menores eram adotadas, os alimentos e bebidas acabavam passando muito tempo em transporte, o que afetava a sua qualidade e contribuía para o aumento das perdas.

Por conta de todos esses problemas, muitas distribuidoras têm contado com a ajuda da roteirização de entregas – umas das principais tendências logísticas de hoje.

Com os sistemas de roteirização, é possível achar a rota mais curta (e, consequentemente, mais barata) e identificar percursos que podem colocar a integridade da carga alimentícia em risco.

 

previsao horario de chegadaFalta de previsão de chegadas

O ideal seria que, assim que a carga chegasse, a equipe do cliente já estivesse preparada para retirá-la.

Mas, em muitos locais, isso não acontece, pois não há previsões de chegada. Isso obriga o motorista e a carga alimentícia a ficarem esperando uma equipe chegar.

Esse problema também afeta a eficiência da roteirização. Por mais que a rota tenha sido otimizada, e o transporte tenha sido rápido, a entrega ficará com o status de ‘atrasada’ simplesmente porque a carga não foi descarregada assim que chegou.

Também pode ocorrer uma situação inversa: a equipe de descarga ficar muito tempo esperando um caminhão chegar. Nesse caso, ela permanece improdutiva. Mas se souberem com exatidão o tempo de atraso e a previsão de chegada, os colaboradores podem partir para outro descarregamento ou realizar outras atividades.

Somente com um controle preciso de horários, com alertas sendo enviados a todos os envolvidos, é que esse problema pode ser contornado.

Veja como modernizar suas entregas:

monitoramento de entregas

 

chat com motoristaComunicação dificultada com o motorista

Muitas distribuidoras ainda se comunicam com seus motoristas do modo tradicional, por meio de telefone e SMS.

O problema de se utilizar os serviços de telecomunicação é que eles podem ficar indisponíveis (devido a falta de cobertura em determinadas regiões e problemas gerais nos sistemas do provedor) e gerar ruídos na comunicação.

O mais recomendado é utilizar um canal unificado em apps de mensagens, que funcionam com ou sem sinal 3G ou Wifi. Assim que se conectam à internet, eles atualizam as mensagens.

 

transparencia nos dadosBurocracia na realização de determinados processos

Burocracia aumenta custos e o tempo de realização de processos, algo maléfico principalmente para a cadeia logística e para as distribuidoras.

Certos processos (como emissão e assinatura de documentos no ato da entrega e registro de valores recebidos) ainda são realizados de forma tradicional, com o auxílio de canetas e papéis.

Isso aumenta as chances de erros serem cometidos e documentos serem perdidos e torna os processos mais lentos. Para evitar problemas e torná-los mais ágeis e assertivos, é preciso desburocratizá-los, com o auxílio de tecnologias que os digitalizem e os automatizem.

Por meio do smartphone, os sistemas de logística mais atuais contam com funcionalidades de assinatura digital, tirando a necessidade do papel e permitindo que cada entrega fique registrada e rastreável por todos os profissionais envolvidos. Além disso, mesmo que o processo de assinatura ainda seja manual, muitos sistemas contam com o registro da foto de comprovante. Assim, todos os documentos ficam armazenados de forma segura, sem risco de perdas. Isso facilita e agiliza seu trabalho.

sistema para distribuidora

 

visibilidade em tempo realFalta de visão em tempo real do status das entregas

Para obterem visibilidade das entregas, muitas distribuidoras ainda recorrem ao método tradicional: ligar para o motorista constantemente para que ele informe onde está localizado, ou esperar que ele faça isso.

Isso não proporciona uma visibilidade em tempo real, o que impede a resolução de problemas de forma rápida e a geração de alertas de atraso para as equipes responsáveis pelo descarregamento.

Com a visibilidade em tempo real, gerada por sistemas de distribuidora modernos que utilizam o conceito de cerca virtual, é possível ver a posição dos veículos em um mapa, a hora exata em que eles chegam e saem de cada local e quais colaboradores estão em campo.

Um de seus principais benefícios de sistemas logísticos modernos é a centralização. Com ele, o motorista passa a usar apenas um App para realizar todos os processos, desde se comunicar com a distribuidora até assinar documentos. Dessa forma, fica muito mais fácil resolver problemas e prever o tempo de entrega de cada carga.

 

Como um sistema logístico resolve esses problemas

Utilizar um sistema único para a gestão logística de uma empresa desburocratiza os processos, aumenta a produtividade do motorista, evita erros, melhora a comunicação entre todos os envolvidos e ajuda a distribuidora a atingir um de seus principais objetivos: evitar perdas.

O sistema dLieve, o mais completo do mercado brasileiro, é capaz de ajudar qualquer distribuidora de alimentos e bebidas a sanar esses problemas e evitar as tão temidas perdas.

Agora que você já sabe como o sistema dLieve pode ajudar sua distribuidora a evitar perdas e aumentar sua produtividade. Faça uma demonstração gratuita!

dlieve gestão logística

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

Patrick Rocha

Executivo de Logística e Negócios.
CEO da dLieve