Blog dLieve

Tecnologia e Logística

A Black Friday, tradicional data de vendas nos EUA, teve a sua primeira edição no Brasil em 2010. Na época,apenas 50 lojas online participaram e foram responsáveis por movimentar R$ 3 milhões em compras.

Depois disso, a data caiu no gosto do brasileiro, que aproveita o período para fazer suas compras de final de ano, conseguindo economizar até 80%. Hoje em dia, diversas pessoas esperam a Black Friday chegar para adquirir algum produto que desejam.

Em 2017, o e-commerce teve um faturamento de R$ 2,1 bilhões, ocasionado pelo evento. Além de uma alta de 10,3%, comparado ao ano anterior. O número de pedidos também cresceu 14%, passando de 3,3 milhões para 3,76 milhões.

relacionamento com o cliente

Quem investe na Black Friday para vender mais, certamente, terá um retorno positivo. No entanto, é preciso tomar cuidado. Muitos lojistas investem alto no período, aumentam suas vendas, mas não conseguem lidar com o alto volume de entregas. O cliente fica ansioso para receber suas compras e isso pode causar problemas para a empresa.

Veja neste artigo como minimizar as reclamações recebidas no SAC.

 

3 formas de minimizar as queixas na entrega da black friday

1. Organize e integre as ações de vendas

A melhor alternativa para não receber reclamações em seu SAC é evitar que elas aconteçam. Claro que as queixas dos clientes também são importantes, pois fazem a empresa avaliar o serviço, encontrar falhas e aplicar melhorias.

Em alguns casos, porém, é possível prever esses problemas e evitá-los com algumas práticas:

  • Alinhe sua equipe para atuar antes e depois da Black Friday;
  • Crie descrições claras sobre seus produtos, preços e descontos, frete e prazos;
  • Documente tudo em uma Política de Uso específico para o período;
  • Organize a rotina durante a Black Friday, crie um planejamento para orientar as ações;
  • Dê treinamentos de atendimento focados na Black Friday.

Confira nosso material com 6 formas de modernizar suas entregas:

monitoramento de entregas

O bom desempenho durante o período estará alinhado com o planejamento e a organização da empresa.  

Apesar de todo e-commerce sofrer com desafios externos, como a deficiência na infraestrutura do setor de logística, falta de exploração dos meios de transporte, integrações e monitoramento das operações, a empresa pode alinhar suas ações a fim de evitar lidar com as crises.

Dessa forma, mesmo que encontre uma adversidade, o impacto será menor.

 

2. Implemente sistemas confiáveis

O e-commerce deve ter total controle sobre todas as suas vendas e entregas de mercadorias. O consumidor é ansioso e, antes mesmo da data da entrega de sua compra, já está entrando em contato para saber se ela será feita no prazo previsto.

Esse tipo de atitude acaba aumentando o número de atendimentos do SAC. Com isso, a empresa não consegue dar atenção para questões mais críticas, como atraso nas entregas e extravios.

A solução é mais simples do que parece: contar com um software de roteirização de entregas confiável e eficiente para minimizar esses e outros problemas. Alguns sistemas de gestão logística vão ajudar a loja oferecendo controle e diversas funcionalidades para empresa, transportadora e até para o cliente final.  

 

3. Não espere as coisas piorarem

Depois de contratar um sistema de gestão logística, a empresa terá total controle sobre os seus produtos e, o melhor disso, dará autonomia para que o cliente possa acompanhar o próprio pedido. Dessa forma, diminuirá o número de solicitações de atendimento referentes a essa questão.

Mesmo que esse ou outros tipos de reclamações diminuam, a empresa deve estar preparada para responder a todos os questionamentos de forma eficiente. Afinal, queixas ainda podem existir.

  • Quanto tempo de resposta seus clientes têm de sua equipe de atendimento?
  • Você sabe se os problemas dos clientes foram ou não resolvidos?
  • Eles costumam ter os problemas solucionados no primeiro contato?
  • Quantos clientes ficaram satisfeitos com as respostas do seu SAC?
  • Eles voltariam a fazer negócio com a sua loja?

entrega na black friday

 

Essas são perguntas que muitas empresas não sabem responder e que podem estar causando a perda de clientes. Quem não é bem atendido, ou não tem uma resposta satisfatória, dificilmente dará outro voto de confiança para a loja.

Na internet, é muito fácil encontrar opções de e-commerce para comprar diversos produtos. O que vai diferenciá-los é a qualidade dos itens vendidos e o relacionamento com o cliente.

É possível identificar situações que podem causar grandes problemas para a imagem da empresa. O gestor deve antecipar esse diagnóstico, atendendo as necessidades dos clientes. Assim, será possível retomar a confiança do consumidor e até motivar recomendações a novos públicos.

 

Veja como revolucionamos as entregas da sua empresa. Entre em contato com a dLieve!

dlieve gestão logística

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

Patrick Rocha

Executivo de Logística e Negócios.
CEO da dLieve